Bicicleta de estrada: tubular ou pneu?

Tubular ou pneu? Muitas vezes, nos fizemos esta pergunta, e outras, discutimos com os amigos sobre qual é a melhor solução. Às vezes, chegámos até a levantar a voz… Sei que a vocês também já vos aconteceu.

Para os ciclistas, esta é uma questão vital, quase como religião ou política.

Portanto, não vamos tentar que mude de ideias, mas analizaremos as diferenças entre os produtos de forma imparcial e daremos alguns conselhos úteis para cada classe de ciclista e para as suas exigências.

O tubular

O tubular parece um hulha hoop com a banda de rodagem no lado exterior e o lado interior que se cola à jante, com uma cola especial, para que se adira perfeitamente.

Vantagens:

  • Mais rodadores
  • Podem inflar-se a pressões superiores
  • Absorvem melhor os impactos (toda a jante absorve o impacto e não só uma parte dela)
  • Mais leves
  • Mais resistentes a furos
  • Uso de spray anti-furos, nos casos menos graves

Desvantagens:

  • Mais difícil de montar, uma vez que tem que se colar à jante
  • Perda de pressão (até 0,5 bares ao dia)
  • Mais caro
  • Tem de ser substituído em caso de furo
  • É necessário esperar umas horas depois de montar, para que a cola seque

O pneu

O pneu clássico que se monta ao insertar uma câmara no seu interior, ficando encaixado na jante.

Vantagens:

  • Tanto o pneu como a câmara se substituem com facilidade em caso de furo
  • Mais barata

Desvantagens:

  • Menos rodagem (embora alguns produtos topo de gama evidenciaram o contrário, em alguns testes)
  • Mais pesado
  • Mais rígido
  • Menor absorção das irregularidades do terreno

A escolha

Para os aficionados, é impossível decidir-se entre pneu e tubular. Como vimos, há tantos aspetos positivos como negativos, dependendo do uso.

Se procura conforto e rodagem, o tubular com uma secção de entre 23″ e 25″ é a melhor opção. Se queremos analisar o rendimento, sem considerar o espeto económico e prático, o melhor é escolher um tubular. Normalmente, as rodas de alta gama, cujo objetivo é o peso reduzido, foram desenhadas para montar tubulares (a maioria dos ciclistas profissionais prefere este sistema, embora estes possam contar com a devida assistência mecânica em caso de furos).

É ideal em caso de saídas breves e intensas, para aqueles que gostam de velocidade, para granfondos ou qualquer corrida profissional.

Por outro lado, se gosta de passar muitas horas ou dias sobre a bicicleta e o seu objetivo é o conforto (por exemplo, trocar um pneu montando o mais apropriado segundo as condições climáticas ou segundo o uso em corridas ou treinos), então o pneu pode ser o mais indicado.

E se, como eu, se sente representado por todos estes perfis?

Muito fácil: um par de jantes para pneu e outro para tubulares, para se adaptar às necessidades de cada dia.

Está tudo claro?

Encontre todo o seu equipamento na Deporvillage.

Stefano Francescutti

Summary
Bicicleta de estrada: tubular ou pneu?
Article Name
Bicicleta de estrada: tubular ou pneu?
Description
Tubular ou pneu? Muitas vezes, nos fizemos esta pergunta, e outras, discutimos com os amigos sobre qual é a melhor solução.
Author
Publisher Name
Deporvillage Magazine
Publisher Logo

Deixar um comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here